Bordado Filé vira Patrimônio Imaterial de Alagoas

    0
    725

    O Bordado Filé foi registrado como patrimônio imaterial* alagoano. A decisão unânime foi concedida por meio de uma reunião no Museu da Imagem e do Som (MISA), do Conselho Estadual de Cultura de Alagoas, na semana passada.

    A decisão foi tomada pelas Secretarias de Estado da Cultura (Secult), do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico (Seplande) e da Comunicação (Secom), pela Academia Alagoana de Letras, pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), pela Rede Alagoana de Pontos de Cultura, pelo Serviço Social do Comércio (Sesc/AL), pelo Sebrae em Alagoas e pela Associação dos Folguedos Populares de Alagoas (Asfopal), membros do Conselho Estadual de Cultura que estavam presentes na reunião.

    O registro foi solicitado por oito associações de artesãs apoiadas e orientadas pelo Sebrae em Alagoas. Elas estão localizadas no entorno do complexo lagunar Mundaú-Manguaba, abrangendo os municípios de Maceió e Marechal Deodoro.

    Vanessa Fagá Rocha, gerente de Turismo e Economia Criativa do Sebrae em Alagoas, declarou que o momento é muito especial. “Esse reconhecimento do Conselho de Cultura do Estado representa um passo importantíssimo para cada artesã que produz o Bordado Filé. É o registro de um patrimônio que vem sendo feito com dedicação, arte e criatividade há gerações”, afirmou.

    “Esse reconhecimento alavanca os produtos desses artesãos, tirando-os da obscuridade e do esquecimento”, ressaltou Marta Melo, consultora do Sebrae em Alagoas, ao declarar que a instituição entende que o filé é um dos maiores ícones da cultura alagoana.

    A presidente do Instituto Bordado Filé, Edlene Maria Xavier, reforça a importância do reconhecimento. “Estamos muito felizes, esperávamos por isso há muito tempo. Inclusive, temos algumas parcerias que vão além do nosso mercado estadual, como aquela com a grife Cantão, que nos contratou novamente para fazer as peças do showroom da marca para o verão 2015”, explicou a artesã.

    *Patrimônio Cultural Imaterial é uma concepção que abrange as expressões culturais e as tradições que um grupo de indivíduos preserva em homenagem à sua ancestralidade, para as gerações futuras. Como exemplos de podem-se citar os saberes, os modos de fazer, as formas de expressão, celebrações, as festas e danças populares, lendas, músicas, costumes e outras tradições.

    SHARE